CMMI – Introdução

O CMMI (Capability Maturity Model Integration)  é um modelo de qualidade (ou padrão de qualidade) de processos de software. Foi criado pelo SEI (Software Engeneering Institute) e é referência quando se fala em melhoria de processos de Software. Neste post, veremos uma breve introdução ao CMMI.

O CMMI é o sucessor do CMM, (Capability Maturity Model) que também foi criado pelo SEI, e é a integração de três modelos de qualidade:

  • SW-CMM (SEI Software CMM)
  • EIA SECM (Electronic Industries Alliances’s Systems Engineer Capability Model)
  • IPD-CMM (Integrated Product Development CMM)

O custo de implementar mais de um modelo por uma organização é problemático e caro, ainda mais quando não existe uma integração entre eles – a solução foi integrar as soluções em um só modelo – o CMMI.

O CMMI não é uma metodologia ou ciclo de vida de projetos.

O objetivo do CMMI é ser um guia de melhoria de processos: seja de um projeto, um setor ou até mesmo uma organização por completo. O CMMI ajuda uma organização melhorar os seus processos e se tornar mais madura e eficiente.

O foco inicial do CMMI era a Engenharia de Software, mas ao longo dos anos foi sendo altamente generalizado, tendo a sua aplicabilidade em outras áreas de interesse. A palavra “software” não aparece nas definições do CMMI.

Atualmente, o CMMI se divide em três áreas:

  • Desenvolvimento de Produtos e Serviços — CMMI for Development (CMMI-DEV)
  • Gerência de Serviços, — CMMI for Services (CMMI-SVC)
  • Aquisição de Produtos e Serviços — CMMI for Acquisition (CMMI-ACQ)]
O CMMI possui duas representações:
  • Contínua
  • Por Estágios

 

A representação contínua define que cada área de processo (PA) seja medido de forma separada, permitindo a uma organização focar diretamente em processos que sejam de seu maior interesse.

 

A representação por estágios define uma sequência gradual de melhorias, e serve de base para medir a maturidade entre projetos e organizações. A representação por estágios permite também uma forma de migrar o modelo CMM ao CMMI.
Nos próximos posts, tentarei explicar de uma forma um pouco mais detalhada cada uma das representações do CMM, bem como seus níveis de capacidade e maturidade.
Abraço!

 

Deixe um Comentário

1 Comentários.

  1. É muuuito fera esse Sr. Hallan 😉

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML tags and attributes:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>